Primeiros passos para mapear uma tabela simples com hibernate

Postado em por Wolmir Cezer Garbin em Hibernate | 720 Visualizações
Última atualização em:

Neste post vou mostrar o básico que precisa saber para mapear um objeto usando as anotações do hibernate

Todo mundo tem algo para vender, AnuncieOn.com o melhor site de anúncios grátis de todo o Brasil. ABRIR

Vamos iniciar entendendo a tabela do Banco de Dados que será mapeada. Veja a estrutura da tabela PESSOA:

NomeTipoAutoIncremento
IDBigIntSim
NOMEVarchar 60Não
IDADEIntNão

A partir desta tabela podemos criamos a nossa classe:

public class Pessoa {

   private Long id;
   private String nome;
   private Integer idade;
  
   // ... getters e setters

}

Note que o objeto pessoa criado mantém tipos compatíveis em seus atributos.



Mapeando o objeto PESSOA

Passamos a anotar o objeto PESSOA com as anotações do Hibernate JPA. Lembrando que para isso é preciso é necessário ter as dependências do hibernate em seu projeto. Em caso de dúvidas consulte: http://hibernate.org/

@Entity

A primeira anotação que usaremos será @Entity. Esta é uma anotação de classe utilizada para indicar ao hibernate que esta classe será utilizada como uma entidade. Sua importação deve ser do pacote javax.persistence.

import javax.persistence.Entity;

@Entity
public class Pessoa {

@Id

A anotação @Id é utilizada para indicar qual será o identificador único da tabela. Para este exemplo será adicionado sobre o atributo id e seu uso é obrigatório.

@Id
private Long id;

Note que para chave compostas existem outras formas de anotar o objeto, não entraremos em detalhes neste post.

@GeneratedValue

Esta anotação se refere a estratégia de geração de identificadores na tabela. Como foi utilizado no campo id da tabela Auto_increment, podemos informar que a estratégia será de geração automática.

@Id
@GeneratedValue(strategy = GenerationType.AUTO)
private Long id;

Finalizando

Ainda podemos adicionar outras anotações como @Column que torna possível especificar mais detalhes sobre cada atributo, porém para nosso exemplo simples temos a classe pronta. Confira abaixo o resultado final:

import javax.persistence.*;

@Entity
public class Pessoa {

   @Id
   @GeneratedValue(strategy = GenerationType.AUTO)
   private Long id;
   private String nome;
   private Integer idade;

   // ... getters e setters

}

Não esqueca de deixar suas dúvidas nos comentários e compartilhar este post.


Wolmir Cezer Garbin

Wolmir Cezer Garbin


Sou formado em Desenvolvimento de Sistemas para Internet pela faculdade Mater Dei e Pós graduado em Desenvolvimento de sistemas em Java pela UTFPR. Trabalho a mais de 9 anos com desenvolvimento em Java, Android e Web utilizando as principais tecnologias do mercado. Atuo como professor na faculdade Mater Dei, programador na Garbo Software e criador do Receitas de Código.

Ver mais

FIQUE POR DENTRO

Receba as novidades todo mês em seu e-mail!

Apoiadores


Publique seu post no Receitas de Código

Agora você pode publicar seu post no Receitas de Código e compartilhar seu conhecimento com muitas pessoas!

Quero publicar